Petrobras aumenta o Preço do Gás de Cozinha

            O gás liquefeito de petróleo (GLP P13) que é popularmente
conhecido como gás de botijão de 13 kg ou gás de cozinha, essencialmente
composto por dois gases extraídos do petróleo, o butano e o propano, e é usado no consumo residencial para o cozimento de alimentos,
teve seu preço reajustado em 6,9% no ultimo sábado, pela a estatal Petrobras,
esse aumento foi adicionado aos preços praticados sem a incidência nos
tributos. O preço médio do gás de cozinha no Brasil tem girado em torno na
média de R$ 55 á R$ 57 reais de acordo com ANP, como mostra o gráfico abaixo, é
importante observar que mais de 40% do preço do GLP é composto por impostos e
que em lugares como Mato Grosso o preço final já está na faixa dos R$ 80 reais.

Gráfico 1: Evolução dos Preços do GLP P-13 / Fonte: Agência
Nacional do Petróleo (ANP)

            Com esse aumento, se repassado integralmente ao
consumidor final, o preço do botijão GLP P-13 deve ter um aumento de R$ 1,29
por botija, se manterem a mesma margem de tributos, de acordo com comunicado da
Petrobras. A Sindigás (Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás
Liquefeito de Petróleo) expressou sua opinião, falando que esse aumento vai 

inibir investimentos privados em infraestrutura do
setor de abastecimento, pois se calcula que o preço do produto de embalagens
até 13 quilos ficará 22% abaixo da paridade de importação.

           Na contramão a ANP com o
objetivo simplificar regras e procedimentos regulatórios, reduzindo a burocracia
ao exercício das atividades no mercado de GLP, realizou no ultimo dia 3 de
agosto uma audiência pública para rever as resoluções ANP nº 49 e 51 de 2016,
que ditam sobre os requisitos mínimos para o exercício das atividades de
revenda e distribuição de gás GLP, assim em setembro, será divulgado as sugestões
acatadas e as rejeitadas dos novos regulamentos, que poderão ajudar esse setor
a crescer.

           Portanto é preciso entender que, desde fim do mês de junho, quando
a Petrobras revelou sua nova politica de preços, prometendo certa liberdade
para que os setores de comercialização e marketing reajustassem as cotações
mais frequentemente, o preço do Gás Liquefeito de Petróleo, terá mudanças todos
os meses, que será formado pela média dos preços de propano e butano no mercado
europeu mais a margem de lucro estipulada pela a estatal, e isso ficou evidente,
pois nos meses de julho tivemos queda o preço de 4,5% e no mês de junho aumento
de 6,7%, logo as oscilações nesse mercado serão mais frequentes.

João Vitor Souza Santos                                                                                                           Graduando em Engenharia de
Petróleo  

Fontes:

[1] Anuncio de aumento de
6,9% no GLP P-13, pode ser obtido em http://g1.globo.com/economia/noticia/petrobras-anuncia-reajuste-de-69-em-media-para-gas-de-cozinha.ghtml

[2] Nova politica de
Preços, pode ser obtida em,
http://sindipetropb.com.br/2017/07/13/sindicato-esclarece-pontos-da-nova-politica-de-precos-da-petrobras/

[3] Preço do GLP pode ser
obtido em,
http://www.anp.gov.br/wwwanp/images/Precos/Precos_ao_consumidor/2017/Margens_Rev_e_Distr_por_estado_Junho_17_P13-Tabela.pdf

[4] Revisão  das Normas de GLP pela ANP, pode ser obtida
em, http://www.anp.gov.br/wwwanp/noticias/3921-realizada-audiencia-publica-sobre-revisao-de-normas-de-glp

[5] Site do Sindigás, pode
ser obtido em, http://www.sindigas.org.br/Noticia/Default.aspx

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.