Estado do Espírito Santo tem grande chance de receber fábrica de Biopetróleo

A Fibria anunciou na ultima
terça-feira (12), que tem como projeto aprovar até o segundo trimestre de 2018,
a criação da fábrica de biopetróleo, com expectativa de investimentos superiores
a R$ 500 milhões. O anúncio foi feito no 1° Circuito Virtuoso da Indústria de
Óleo e Gás no Espírito Santo, que aconteceu ontem em Aracruz, onde reuniu
autoridades e lideranças empresariais de todo o país.

A fábrica é uma parceria com a
canadense Ensyn , e será projetada para produzir 110 mil toneladas de
biopetróleo, o que equivale a 1.300 barris de óleo equivalente por dia. Com a
aprovação do conselho de administração, a ideia é que a planta seja instalada
em 24 meses, iniciando as operações em no ano de 2020.

De acordo com redação da Gazeta
Online, o Diretor de Estratégia e Novos Negócios da companhia, Vinícius Nonino,
disse que o empreendimento será construído no Espírito Santo.

“Há 99,9% de chance de trazer o projeto
para cá (Aracruz)”, destacou o empresário, que praticamente afastou a
possibilidade da unidade ser instalada em São Paulo, como chegou a ser cogitado
pela empresa de celulose, onde ainda acrescentou que o empreendimento irá criar
cerca de 1.000 empregos.

“No pico das obras, teremos 300
pessoas trabalhando. Já na parte florestal são 500 oportunidades e na indústria
aproximadamente 200”, disse Nonino.

A fábrica de biopetróleo vai usar
cascas e resíduos da madeira de celulose, produzidos na própria fabrica da
Fibria, em Aracruz, para gerar energia. A biomassa deve ser exportada para os
Estados Unidos. O produto ainda pode ser utilizado para aquecimento doméstico,
fertilizante orgânico, aditivos e para combustíveis.

Para fator de comparação, a
produção média esse ano de biodiesel em relação ao estado de São Paulo, por
exemplo, teve produção de cerca 84 mil barris de óleo equivalente por mês,
ainda estaríamos atrás com os 39 mil barris de óleo equivalente por mês dessa
empreitada, mas seria um ótimo começo para o Estado do Espírito Santo.
Atualmente a produção média brasileira de Biodiesel gira em torno de
2.232.890 barris equivalentes de petróleo por mês,
como mostra o gráfico abaixo.

          Gráfico I: Produção de Biodiesel  FONTE: ANP

Outro evento importante que
aconteceu em Aracruz foi o tour feito pelas Multinacionais, onde representantes de empresas do setor
de energia da Noruega, China e EUA as atividades do complexo portuário de
Aracruz. Os executivos da cadeia de óleo e gás passaram pelo estaleiro da
Jurong, a fábrica de módulos (e futuro porto) da Imetame e a fábrica da Fibria,
a convite do Fórum Capixaba de Petróleo e Gás.

De
acordo com o secretário nacional de petróleo e gás, Márcio Félix.

“O ano de 2018 será o ano em que o
Brasil vai entrar no mapa da competitividade do petróleo e gás. Esse encontro é
importante para permitir a integração e o networking de diferentes áreas com o
know how que já existe no Estado”.

FONTE:

[1] Matéria sobre Fabrica de Biopetróleo  no Espirito Santo, pode ser encontrada em, https://www.gazetaonline.com.br/noticias/economia/2017/12/es-tem-99-9-de-chance-de-receber-fabrica-de-biopetroleo-diz-fibria-1014110923.html

[2] Notícia sobre fabrica de biocombustível em Aracruz,
pode ser encontrada em, http://www.tnpetroleo.com.br/noticia/es-tem-999-de-chance-de-receber-fabrica-de-biopetroleo-diz-vinicius-nonino-da-fibria/

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.