AIE prevê equilíbrio do Mercado, apesar de xisto dos EUA

                                IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA


Segundo relatório da Agência Internacional de Energia (AIE), a
demanda global por petróleo deverá crescer mais rápido do que havia se
calculado para o ano de 2018, e irá compensar parcialmente a forte expansão na
produção de óleo de xisto nos EUA e mantendo o mercado do óleo negro
equilibrado.

Na ultima quinta-feira, a AIE disponibilizou a avaliação que prevê
que a demanda mundial por petróleo bruto crescerá 1,5 milhão de barris por dia
(bpd) neste ano, a 99,3 milhões de bpd, o que representa uma revisão para cima
de 90 mil bpd. Esse aumento terá como causa o aumento das economias
industrializadas nos EUA, Europa e Japão.

Esse relatório da AIE é um contraponto em relação à opinião emitida no mês passado quando alertou que a
produção de óleo de xisto dos Norte Americanos poderia sobrepujar a demanda global e destruir a
frágil recuperação do mercado de petróleo. A agência manteve a nova previsão
mesmo com a oferta mundial recuado levemente em fevereiro ante o mês anterior,
a 97,9 milhões de bpd, mas foi ainda 740 mil bpd maior do que a de um ano
antes.

A AIE também prevê que o avanço na oferta ocorrerá fora da Organização
dos Países Exportadores de Petróleo (Opep). A oferta de nações que não integram
o cartel deverá crescer quase 1,8 milhão de bpd em 2018, sendo que 1,5 milhão
de bpd virá dos EUA, afirma o documento.

No
mês passado, a produção dos EUA teve expansão de 135 mil bpd, para o nível
recorde de 10,2 milhões de bpd, devido o avanço do óleo de
xisto. Recentemente, a AIE havia previsto que os EUA irão ultrapassar a Rússia
e se transformar no maior produtor mundial de petróleo até 2023, os últimos dados da produção Russa podem ser vistos no gráfico abaixo.

           Gráfico I: Produção de Óleo Cru bbl/d/1k     Fonte: tradigneconomics

A produção da Opep, no entanto, caiu em fevereiro, a 32,1 milhões
de bpd. A Opep e dez produtores que não pertencem ao grupo, incluindo a Rússia,
têm buscado reduzir sua produção combinada em 1,8 milhão de barris desde o ano
passado, na tentativa de conter um excesso de oferta global que vinha pesando
nas cotações do petróleo desde 2014.

A AIE calcula que o Brent Oil
terá preço médio em torno de US$ 67 por barril em 2018, sendo que as cotações
atuais são cerca de 20% maiores do que as do mesmo período do ano passado. 

FONTE:

[1] AIE prevê que demanda por petróleo garantirá equilíbrio, apesar de xisto dos EUA, pode ser encontrado em, http://www.tnpetroleo.com.br/noticia/aie-preve-que-demanda-por-petroleo-garantira-equilibrio-apesar-de-xisto-dos-eua-1/

[2] Dados da Produção Russa, pode ser encontrado em, https://tradingeconomics.com/russia/crude-oil-production

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.