Combustíveis Fósseis: A fonte da Prosperidade?

                                     IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA


O que promoverá a vida humana? O que promoverá uma
melhor qualidade de vida para nós? Coloquialmente, como maximizamos os anos em
nossa vida e dos nossos semelhantes? 

O tamanho da riqueza da qual desfrutamos hoje nasceu com a
industrialização, para ser mais específico com a Revolução Industrial, que
criou a riqueza e os altos padrões de vida que hoje são desfrutados, especialmente no Ocidente, como pode ser visto no gráfico abaixo. Esse
rápido crescimento econômico trouxe consigo a redução da pobreza absoluta.

Em
resumo, com a adoção do sistema de livre iniciativa que quebrava um sistema de
castas estático que era imperante antes da revolução industrial e impedia a o
aumento da produtividade e do fluxo de capital entre as pessoas, fez com que bilhões
conseguissem escapar da miséria e ainda hoje milhares de pessoas escapam da pobreza
todos os dias. 

    Fonte: Human Progress, Angus Madisson, Gross Domestic Product in world

A industrialização dos
países se deu através do uso crescente de combustíveis fósseis, e foi através
desses que vimos não apenas um aumento na prosperidade econômica, mas também
benefícios como aumento da expectativa de vida, ar mais limpo, água mais limpa,
diminuição da desnutrição, menos mortes por doenças infecciosas e menos mortes.

Todos
os dias, o número de pessoas em todo o mundo vivendo em extrema pobreza (menos
de US$ 2 por dia) diminui em 217.000, segundo cálculos de Max Roser, economista
da Universidade de Oxford. Todos os dias, mais 325.000 pessoas ganham
acesso à eletricidade. E 300.000 mais ganham acesso à água potável. E de
fato 2017 foi provavelmente o melhor ano na longa história da humanidade, e no
final desse ano 2018 tomará seu lugar.

Apesar
de ser contra intuitivo, a relação entre aumento do uso de combustíveis fósseis
e uma melhoria no meio ambiente e na vida das pessoas,
o pesquisador Alex Epstein reúne uma  impressionante variedade
de dados  de fontes institucionais
respeitadas para destacar essas tendências, que foram expostas em seu livro “The Moral Case for Fossil Fuels”, abaixo
podemos alguns desses dados presentes no seu livro.

  • Sabemos que com revolução
    industrial se seguiu de grade uso de combustíveis fósseis, abaixo temos dados
    mais atualizados de um aumento de 80% no uso mundial de
    combustíveis fósseis de 1980 a 2012, é importante também notar o crescimento
    das energias renováveis.

     Fonte: BP Statistical Review of World Energy,
Historical data workbook

  • Com aumento de emissão de CO2, se obteve aumento no produto interno bruto per capita no
    mundo, disso se seguiu uma maior expectativa de vida e crescimento exponencial
    da população mundial.

Fonte: Carbon dioxide
Information analysis Center Fossil-Fuel CO2 Emissions Global Annual Time
Series, update for 2011/1 and Human Progress

  • Podemos ver também uma queda acentuada os
    dados de mortalidade infantil, má nutrição e expectativa de vida ao nascer.

                Fonte: World Bank, World Development Indicators
(WDI)

  • O aumento do uso de combustíveis fósseis também trouxe uma melhoria em
    nossas fontes de água, ou seja, água
    mais limpa. 

         Fonte: BP Statistical Review of World Energy,
Historical data workbook

  • Em relação mais especifica ao petróleo e o
    gás natural, Epstein, mostra que o estamos em uma fase ainda em que quanto maior consumo,
    maior o número de reservas

                                                                Petróleo

          Fonte: BP Statistical Review of World Energy, Historical
data workbook

                                                          Gás Natural

         Fonte: BP Statistical Review of World Energy, Historical
data workbook

No entanto ao se deparar com esses números, uma dúvida
praticamente instantânea que vem a mente dos detratores dos combustíveis
fósseis, é sobre a ameaça da mudança climática global, que ela destruirá todo
esse progresso, e o uso continuado de combustíveis fósseis acelerará o
inevitável dia do julgamento.

Alex Epstein em seu livro não discutiu o efeito estufa, que é bem
documentado das emissões de dióxido de carbono. Entretanto, ele aponta que
o efeito é  logarítmico, o aumento do dióxido de carbono resultou em
uma taxa decrescente de aquecimento. Além disso,
levanta questões cruciais sobre a  confiabilidade dos
modelos computacionais  na previsão do
clima futuro, onde de acordo com ele esses modelos especulativos se mostraram
falhos.

Esse é um assunto complexo, onde você poderá
encontrar a exposição completa de seus argumentos em seu livro, o que se está
em discussão aqui, é mostrar a importância dos combustíveis fósseis para o
progresso humano e que eles não podem ser descartados da noite para o dia,
pensando que com isso resolveremos todos os problemas da humanidade e
seguiremos sem nenhuma consequência.

Países como Nigéria e Angola, por exemplo, que são
altamente dependentes da produção de petróleo, onde o óleo negro pode chegar a
corresponder em todas suas exportações, 89% e 92% respectivamente, no caso da
Nigéria, levando em conta o gás natural, como pode ser vistos nos gráficos
abaixo.

Fonte: Produtos que formam as exportações de Angola, the
Observatory of Economic Complexity, OEC

Fonte: Produtos que formam as exportações da Nigéria, the
Observatory of Economic Complexity, OEC

Uma quebra imediata com os combustíveis fósseis
pode significar a diferença entre a prosperidade e a privação, diferente de
países do primeiro mundo, esses países, de acordo com o FMI (Fundo Monetário
Internacional), estão localizados na 117° e 123° posição de na lista de PIB per
capita, respectivamente, e possuem IDH (índice de desenvolvimento humano) baixíssimos
0,533 e 0,527, respectivamente, de acordo com a ONU.

A realidade de muitos países é parecida com
Angola e Nigéria, é preciso entender as diferentes situações em que cada país
se encontra e adaptar suas mudanças, é importante notar que com o tempo as
fontes de energia renovável ocuparão seu lugar, mas isso não ocorrerá do dia
para noite, e os combustíveis fósseis ainda terão um papel importante a
desempenhar.

Como diz a famosa frase do economista Thomas
Sowell, “Não se tem soluções, apenas trade
offs
”. É função como sociedade identificar a melhor “troca” entre as
politicas públicas e crescimento econômico para melhor atender a população. Os
combustíveis fósseis foram e ainda são indispensáveis para o crescimento
econômico e desenvolvimento da espécie humana na terra.

João Vitor S. Santos
Diretoria de Projetos do Portal do Petroleiro
Graduando em Engenharia
de Petróleo

FONTE:
[1] Dados sobre a economia Neigeriana e Angolana, podem ser encontrados em ,https://atlas.media.mit.edu/pt/
[2] Review do livro “The moral case for
fossil fuels”, pode ser encontrado em,  http://blog.independent.org/2015/09/29/fossil-fuels-are-the-lifeblood-of-modern-civilization/
[3]
Matéria sobre melhoria do desenvolvimento humano, pode ser encontrada em,  https://www.nytimes.com/2018/01/06/opinion/sunday/2017-progress-illiteracy-poverty.html
[4]
Dados sobre PIB per capita, podem ser encontrados em, http://www.imf.org/external/index.htm
[5]
Dados sobre IDH, podem ser encontrados em, https://nacoesunidas.org/agencia/pnud/
[6]
Dados sobre indicadores econômicos e humanos, podem ser encontrado em, https://humanprogress.org/index
[7]
Gráficos do Livro de Epstein, podem ser encontrados em, http://www.moralcaseforfossilfuels.com/data/

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.