Ministro da Energia da Rússia pede fim dos cortes na oferta de petróleo

image

                                  IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA


A Rússia está pressionando
para que os maiores produtores de petróleo do mundo descontinuem a maior parte
dos cortes de produção assumidos o acordo com vários países que ajudaram a
estabilizar e depois elevar os preços do petróleo e que deveria durar até 2018.

Os russos querem que a Opep
e os produtores aliados permitam que 1,5 milhão de barris por dia retornem ao
mercado, disse na terça-feira o ministro russo da Energia, Alexander Novak, a
repórteres em Minsk. Na reunião da Opep+ em Viena esta semana, “propomos que
essa possibilidade [de aumentar a produção em 1,5 milhão de barris por dia]
seja considerada”.

Novak disse que os preços
estão “equilibrados” o suficiente para absorver um aumento tão
acentuado da produção. De acordo com, Novak.

“Você vê que, embora a
informação de que tal questão será discutida já esteja circulando na mídia por
algum tempo, o mercado está reagindo com bastante calma. E o preço fica dentro
de um intervalo de dois dólares a um nível de US $ 74 a US $ 75”. 

A variação do
preço do barril pode ser observada no gráfico abaixo, e desde maio temos a
situação falada por Novak.

image

Novak ainda acrescentou,

“O mercado está crescendo, a
demanda está crescendo e já vemos o equilíbrio no mercado – os resíduos estão abaixo
dos níveis médios de cinco anos. Portanto, vamos sair com essa proposta”.

Entretanto,
O Iraque e o Irã, segundo e terceiro maiores
produtores da Opep respectivamente, disseram que se oporiam a aumentos
acentuados da produção, já que violariam os acordos anteriores para manter os
cortes de produção até o final do ano.

Ambos os países
teriam dificuldade em aumentar significativamente a produção, com o Irã
enfrentando sanções norte-americanas renovadas que vão impactar sua indústria
petroleira e o Iraque ainda com limites de produção.

Diretoria
de Projetos do Portal do Petroleiro
Graduando
em Engenharia de Petróleo

FONTE:

[1] Arábia Saudita e Rússia querem aumento de
produção em 1,5 mi bpd, diz Equador, http://www.tnpetroleo.com.br/noticia/arabia-saudita-e-russia-querem-aumento-de-producao-em-15-mi-bpd-diz-equador/

[2] Rússia pede fim dos cortes na oferta de petróleo, https://www.ft.com/content/75607300-73c7-11e8-b6ad-3823e4384287

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.