EUA aprovam venda de Reserva Estratégica de Petróleo enquanto sanções do Irã se aproximam

image

                                IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA


O governo dos EUA aprovou a
mais recente venda de petróleo bruto de sua Reserva Estratégica de Petróleo,
uma medida permitida sob os estatutos recentes que vai aumentar os suprimentos de óleo no mercado mundial à medida que a Casa Branca aperta o jogo politico com o Irã.

No
total, onze milhões de barris de petróleo cru serão oferecidos para entrega
entre 1º de outubro e 30 de novembro, informou o departamento de energia em um
anúncio de venda publicado na segunda-feira (20/08). A venda, era exigida pela
legislação orçamentária de 2015.

A operação da Reserva
Estratégica de Petróleo (SPR – Strategic
Petroleum Reserve
em inglês) se tornou politicamente
controversa nos últimos anos. A questão central é se o SPR deve ser usado
apenas durante uma “emergência nacional” ou se deve ser usado ocasionalmente
como um meio de aliviar os altos preços domésticos do petróleo e da gasolina.

Uma
estimativa conservadora considera que o SPR custa aos contribuintes pelo menos
US$ 41,2 – US$ 50,8 bilhões (Dólares de 2004), ou US$ 64,64 – US$ 79,58 por
barril de petróleo depositado nele.

A SPR foi estabelecida na década de 1970 depois que a economia dos EUA ficou
paralisada pelo o que ficou conhecido como a crise do petróleo. Em 2011, ela
continha 727 milhões de barris em cavernas ao longo das costas do Texas e da
Louisiana. Essa reserva já foi usada para resolver as deficiências de
combustível causadas por emergências como o furacão Katrina em 2005 e o colapso
da produção da Líbia em 2011.

Encorajados pelo aumento da produção nacional de petróleo, os legisladores
determinaram nos últimos anos a venda para financiar o governo federal. Desde
2015, o Congresso aprovou cinco leis que pedem vendas da SPR que reduziriam seu
tamanho para 410 milhões de barris até 2027, de acordo com uma análise do
Centro de Políticas Energéticas Globais da Universidade de Colúmbia.

As vendas encomendadas pelo Congresso começaram no início de 2017, assim os
estoques da SPR já haviam caído para 660 milhões de barris, de acordo com a
Energy Information Administration. A venda neste outono ocorrerá no momento em
que as renovadas sanções dos EUA ao Irã deverão reduzir suas exportações de
petróleo em cerca de 1 milhão de barris por dia.

Em maio, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, abandonou
um acordo nuclear internacional e anunciou sanções contra o membro da Opep.
O governo americano está pressionando aliados a cortar suas importações de petróleo
iraniano e vai impor uma nova rodada de sanções sobre vendas de
petróleo iraniano em novembro.

O Irã emitiu comunicado no ultimo domingo (19/08) que nenhum país
da Opep deveria ter a permissão de assumir a participação de outro membro das
exportações de petróleo, deixando clara a preocupação sobre a oferta da Arábia
Saudita de produzir mais petróleo diante das sanções norte-americanas sobre as
vendas iranianas.

De acordo com a
rede de noticias Reuters, em uma reunião com o secretário-geral da Opep,
Mohammad Barkindo, o diplomata iraniano, Kazem Gharibabadi, pediu que ele
mantivesse o grupo de fora de políticas.

“Nenhum
país tem permissão de assumir a fatia de outros membros para produção e
exportação de petróleo sob nenhuma circunstância e a Conferência Ministerial da
Opep não emitiu nenhuma licença para tais ações”

Diretoria de Projetos do Portal do Petroleiro
Graduando em Engenharia de Petróleo

FONTE:
[1] Matéria sobre venda de
parte da Reserva estratégica de Petróleo Americana, pode ser encontrada em, https://www.ft.com/content/841f72d6-a4a7-11e8-926a-7342fe5e173f

[2] The Case against the Strategic Petroleum Reserve
by Jerry Taylor and Peter Van Doren, https://object.cato.org/sites/cato.org/files/pubs/pdf/pa555.pdf

[3] Matéria sobre comunicado
do Irã á Opep, pode ser encontrado em, https://br.reuters.com/article/topNews/idBRKCN1L40K5-OBRTP 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.