Subsidência

Durante a formação das rochas sedimentares, alguns fenômenos que ocorrem são essenciais para que sejam compreendidos algumas fases como, por exemplo,  a fase de deposição. Entre esses fenômenos se encontra o processo de subsidência. Muitas vezes temos dificuldade de compreender a importância desses processos, como eles acontecem e a sua função. A partir de alguns conceitos, podemos encontrar respostas que esclareçam essa duvidas.
Podemos dizer que a subsidência é o afundamento que uma determinada região da superfície terrestre sofre a partir da dinâmica interna da crosta, isso, se a subsidência ocorrer através de processos tectônicos. Existem também outros tipos de subsidência, como a subsidência térmica e a subsidência por dissolução. A subsidência térmica ocorre através do abatimento da litosfera devido a perda de calor e consequente contração que acontece durante a remodelação da estrutura térmica original da região que foi anteriormente esquentada. Já a subsidência por dissolução tem a ver com a diminuição que ocorre gradualmente das camadas não solúveis de rochas que estão sobrepostas as camadas solúveis.
A importância do processo de subsidência vai além do que em comum imaginamos. Em geral a maioria das bacias onde ocorreram grande deposição de sedimentos, foram designadas a partir de predominância de fases de subsidência sobre as fases de soerguimento. Os locais  onde se encontram processos de subsidência podem receber todos os tipos de sedimentos, podendo assim formar grandes sequencias de camadas. Entretanto para que essa grande deposição ocorra nas bacias subsidentes, é necessário que existam áreas-fonte ativas. A partir do soerguimento dessas áreas-fontes e da subsidência das bacias, a deposição e sedimentação se torna possível.
Com base nessas informações é possível definir alguns fatores. Quando existe uma taxa de subsidência maior do que a de fornecimento de sedimentos, a região onde o processo ocorre se tornará uma depressão mais profunda. Se ambas as taxas forem iguais, então ocorrerá um equilíbrio. Porém se a taxa de fornecimento de sedimentos for maior do que a de subsidência, a depressão formada  não ficará muito profunda, podendo até atingir o nível do mar.
Os processos de subsidência assim como grande parte dos processos geológicos ocorre a maioria das vezes de forma muito lenta, porém, ele também pode ser provocado pelo homem, através da extração de fluidos. Neste caso, ele também pode ocorrer rapidamente, de forma continua ou não e até interrompido por fases de soerguimento.

Luan Victor frança
Diretoria de projetor do portal do petroleiro
Graduando em engenharia de petróleo

Referência:

Suguio, K. Geologia sedimentar. São paulo: Blucher, 2003.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.