Tipos incomuns de reservatórios

Em um sistema onde ocorre a formação e armazenamento de petróleo são necessárias alguns itens fundamentais, tais como, uma rocha geradora, matéria orgânica, rocha selante e também algo de extrema importância que é a rocha reservatório. Grande parte das rochas reservatório encontrados no mundo são  rochas areníticas, calcários ou dolomitos. Porém podemos encontrar outros tipos de reservatórios de hidrocarbonetos.
Podemos encontrar outras fontes de hidrocarbonetos, e estas são representadas pelos arenitos asfálticos e pelos folhelhos peribetuminosos. Nesses tipos de reservatório, diferentemente do que encontramos, O petróleo e gás seriam extraídos através de processos de mineração e extração total da rocha, e não somente do fluido. Desta forma, a mineração do petróleo pode ser aplicada em reservatórios mais rasos, com uma espessura considerável, baixa permeabilidade e baixa pressão, contendo um petróleo com alta viscosidade.
O arenito asfáltico é uma rocha sedimentar onde as partículas de quartzo são cimentadas naturalmente por asfaltito. Deste modo, as leves porções de hidrocarbonetos contidos nos poros cimentados seriam migrados para outras regiões mais superficiais ou seriam perdidas por exsudação e erosão. Para se remover esse asfaltito que foi cimentado, é necessário que ocorra um aquecimento da rocha.
Os folhelhos betuminosos são compostos de rochas sedimentares pelíticas que contém matéria orgânica solidificada na forma de querogênio. Se aplicado sobre essa rocha uma destilação destrutiva por aquecimento, a matéria orgânica ali presente sai do estado sólido para o estado liquido e gasoso, apresentando características  parecidas com o petróleo e o gás natural. Pelo fato do querogênio ser insolúvel em alguns solventes orgânicos, para que ocorra a destilação dessa rocha, é necessário a queima  de 40 litros de petróleo por tonelada. Desta forma pode-se concluir que para que seja viável a mineração nessa rocha, é preciso que o folhelho forneça algo acima deste volume de destilado por tonelada.
Esses tipos de reservatórios dificilmente são encontrados, porém, em alguns lugares existe a exploração dos hidrocarbonetos que estão vinculados a estas rochas. No Canada, Russia e Venezuela podemos encontrar grandes reservatórios formados por arenito asfaltito. Já em relação ao folhelho pirobetuminoso, podemos encontra-lo em grande proporção nos EUA e aqui no Brasil.

Luan Victor frança
Diretoria de projetor do portal do petroleiro
Graduando em engenharia de petróleo

Referência:

Suguio, K. Geologia sedimentar. São paulo: Blucher, 2003.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.