Extração de aromáticos

IMAGEM ILUSTRATIVA

O processo de extração
de aromáticos faz a separação de aromáticos, naftenos e impurezas da corrente
de produto por dissolução ou precipitação. A matéria prima é primeiramente
secada e tratada usando uma operação de tratamento de solventes por
contracorrente contínua. O produto pode ser lavado com um líquido no qual as
substâncias a serem removidas são mais solúveis do que no produto, ou são
adicionados solventes selecionados para fazer as impurezas se precipitarem.

O solvente é
separado da corrente por aquecimento, evaporação ou fracionamento, e resíduos
são removidos subsequentemente do refinado por lavagem por vapor ou
flasheamento a vácuo. Precipitação elétrica pode ser usada para a separação de
compostos inorgânicos. O solvente então é regenerado para ser usado novamente
no processo.

Na
unidade de extração ou recuperação de aromáticos, procuram-se extrair compostos
aromáticos da carga por meio de solventes. Os
aromáticos leves, como benzeno, toluenos e xilenos, presentes na gasolina atmosférica ou na
corrente proveniente da unidade de reforma catalítica, possuem um alto valor de
mercado na indústria petroquímica, e são comercializados a preços duas ou três
vezes superiores ao da nafta.

Em função
das condições do processo escolhido, a extração é realizada com tetra-etileno-glicol,
ou N-metil-pirrolidona associada ao mono-etileno-glicol, ou o sulfolane.

Após
destilação dos aromáticos para remoção do solvente, o produto é estocado e destinado
a comercialização. Os não-aromáticos são utilizados como componentes da
gasolina.

PROCESSO
DE EXTRAÇÃO

 

Felipe

Diretoria
de Projetos do Portal do Petroleiro

Graduando
em Engenharia de Petróleo

 

FONTE:

[1] Informações sobre
unidade de extração e recuperação podem ser encontradas em: https://www.coursehero.com/file/p6fvaif/Na-unidade-de-extra%C3%A7%C3%A3o-ou-recupera%C3%A7%C3%A3o-de-arom%C3%A1ticos-URA-procuram-se-extrair/.

[2] Informações sobre
extração podem ser encontradas em: https://www.ebah.com.br/content/ABAAAAu2cAL/extracao.

[3] Informações sobre
processo de refino pode ser encontrado em: https://pt.slideshare.net/sayonarasilva125/processo-de-refinopetrobras1.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.