Irã diz que qualquer conflito pode levar o barril a US$100

image

EUA E IRÃ

O
Irã e os Estados Unidos têm apresentado um confronto mais duro, um ano após os americanos terem deixado um acordo nuclear entre iranianos e potências globais
que visava limitar o programa nuclear em troca da retirada de sanções
internacionais.

O presidente americano, Donald Trump, reimpôs as sanções no ano passado e as endureceu em maio, quando ordenou a
todos países que parassem compras de petróleo iraniano. No ultimo mês, os
EUA também sinalizaram um confronto militar, dizendo que estavam enviando forças
extras para o Oriente Médio em resposta a ameaças do Irã.

De acordo com o assessor militar do aiatolá iraniano Ali Khamenei, as  embarcações militares dos
Estados Unidos no Golfo estão sob alcance de mísseis iranianos, alertando que
qualquer conflito entre os dois países pressionaria os preços do petróleo,
levando-os para acima de 100 dólares o barril.

Segunda a rede de noticias FarsUm
importante assessor militar do aiatolá, Yahya Rahim Safavi, disse que
os Estados Unidos têm conhecimento de que suas forças militares na região estão
dentro do alcance de mísseis terrestres de sua Guarda Revolucionária.

“O primeiro tiro
disparado no Golfo Pérsico irá pressionar os preços do petróleo para acima de
100 dólares. Isso seria insuportável para a América, a Europa e os aliados dos
EUA, como Japão e Coreia do Sul”

Trump disse na semana
passada esperar que o Irã possa sentar à mesa de negociações para a obtenção de
um novo acordo. O presidente iraniano
Hassan Rouhani sugeriu no sábado que o Irã pode se dispor a conversas se os EUA
mostrarem respeito, mas disse que o país não será pressionado a negociar.

Situação do Petróleo

O barril de petróleo, já viu seus preços despencarem cerca de 20% comparado com o pico registrado em 2019, no final de abril, com os futuros do petróleo
Brent ameaçando cair abaixo de 60 dólares por barril pela primeira vez desde
janeiro.

As
derrocadas nos preços vêm em meio a uma desaceleração econômica e uma escalada
global de tensões comerciais, especialmente entre Estados Unidos e China.

De acordo com o banco norte-americano Morgan Stanley,

“A contínua escalada das tensões comerciais e uma ampla
queda na indústria… sugerem que os riscos de revisão para baixo no
crescimento estão ficando mais proeminentes”

e o Banco ANZ, 

“Projeções no mercado sobre uma recessão global não
ajudaram o sentimento”

A desaceleração econômica não assusta
apenas os traders do mercado financeiro, que estão retirando dinheiro dos
futuros da commodities de energia para colocá-lo em ativos vistos como seguros, como o ouro.

Ela também está começando a
impactar os preços físicos da energia, conforme consumidores seguram novos
pedidos, em um sinal de que uma desaceleração real já pode ser sentida.

João V.
Diretor de Projetos do Portal do Petroleiro
Graduando em Engenharia de Petróleo

FONTE:

[1] Matéria sobre conflito entre Irã e EUA, pode ser encontrada em, https://br.reuters.com/article/worldNews/idBRKCN1ST2CA-OBRWD

[2] Matéria sobre conflito entre Irã e EUA, pode ser encontrada em,https://www.tnpetroleo.com.br/noticia/ira-diz-que-qualquer-conflito-no-golfo-levaria-petroleo-a-mais-de-us100/
[3] Matéria sobre desaceleração econômica, pode ser encontrada em, https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1T51PP-OBRBS

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.